Noticias • Veja principais pontos dos discursos de Bibi e Abbas na ONU

Veja principais pontos dos discursos de Bibi e Abbas na ONU

Por IBI | Categoria: Noticias
Whatsapp

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, discursaram, hoje (27/09), na 73ª Assembleia Geral das Nações Unidas. Confira os pontos principais dos discursos. 

Bibi Netanyahu 

  • O conflito israelo-palestino teve papel periférico no discurso de 40 minutos proferido pelo premiê israelense
  • Pediu inspeção urgente no Irã a ser realizada pelos órgãos internacionais sobre armazém nuclear
  • Dedicou parte de seu discurso para elogiar a postura dos Eua e criticar a postura de política internacional de líderes europeus
  • Rebateu críticas feitas por Mahmud Abbas, minutos antes, sobre o tratamento de palestinos em Israel, afirmando que o líder da Autoridade Palestina chegou a negar o Holocausto em um recente discurso e relatou das dificuldades impostas pela OLP para judeus comprarem apartamentos. 

Mahmoud Abbas

  • O discurso do líder da Autoridade Palestina deu destaque ao conflito entre israelenses e palestinos. Abbas afirmou que não haverá paz na região enquanto não for reconhecido um estado palestino independente, com sua capital em Jerusalém oriental e com todos os locais sagrados.
  • Abbas também criticou a nova lei, Estado-Nação, aprovada em Israel, afirmando que o país promove um apartheid racial. 
  • O líder palestino criticou o governo norte-americano, em especial a transferência da embaixada do país para Jerusalém, afirmando que essa ação é mais um empecilho para um futuro acordo de paz.

O conflito israelo-palestino também foi mencionado no discurso do presidente brasileiro Michel Temer. Mencionando a importância do diálogo e da solidariedade, Temer ressaltou a posição brasileira de apoio a solução de dois estados, vivendo em paz e segurança. 

Confira os discursos na íntegra: 

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina

Michel Temer, presidente do Brasil




Inscreva-se