Noticias • Instituto Brasil-Israel lança livro de pesquisadores do laboratório IBI no Campus

Instituto Brasil-Israel lança livro de pesquisadores do laboratório IBI no Campus

Por Marília Neustein | Categoria: Noticias
Whatsapp

O IBI no campus, laboratório organizado pelo Instituto Brasil-Israel, começou em 2020 no contexto da pandemia de Covid-19. Estudantes, pesquisadores e professores envolvidos nas atividades do IBI construíram um laboratório online de estudo e pesquisa sobre judaísmo, sionismo, Israel e Palestina em conjunto com o Núcleo de estudos judaicos da UFRJ (NIEJ), da PUC-SP (LIP), da UFRGS (NEJ), e da  UPE (LIP-Recife). 

A partir dos encontros semanais do IBI no Campus, e com organização dos professores Karl Schurster (UPE), Michel Gherman (UFRJ/IBI) e Omar Thomaz (UNICAMP), o fruto do trabalho desses pesquisadores está no livro “Conflitos e religiosidades: Israel, Palestinas e estudos judaicos no Brasil”, que o IBI lança em parceria com a Universidade de Pernambuco, no dia 26 de fevereiro através do canal do IBI no YouTube. Trata-se de 12 artigos assinados por alunos e professores convidados do projeto, que contribuem para consolidar referências acadêmicas com uma visão lúcida e crítica das complexidades dos temas trabalhados, tão caros ao Instituto Brasil-Israel.

“Esse livro vem em um momento importante por possibilitar ao grande público estar próximo do que os jovens pesquisadores dos estudos judaicos estão fazendo no Brasil. Num mundo em que a política se tornou um processo contínuo de brutalização, trabalhos de jovens pesquisadores, como nesse livro, acabam sendo um sopro de esperança de que a ciência seja um dos caminhos possíveis para ler o mundo”, afirma o professor Karl Schurster. 

Para o coordenador executivo do IBI, “uma das principais frentes de atuação do Instituto Brasil-Israel (IBI) – organização sem fins lucrativos dedicada a informar o público geral sobre temas relacionados a Israel, Oriente Médio e as relações do Brasil na região – é dar subsídio intelectual e acadêmico a estudantes e pesquisadores que tenham interesse em se aprofundar em assuntos relacionados a Israel e Palestina. Acompanhando as investigações dos pesquisadores que têm entrado no laboratório e participando da organização e desenvolvimento das viagens de campo para Israel e Palestina, ressalto a importância das pesquisas publicadas, em grande medida inéditas nas universidades brasileiras.”.

PROGRAMAÇÃO - 26/02

MESA 1 - Por que a guerra? Análises do conflito Israel-Palestina

Horário: 14H às 15H

Gabriel Mizrahi - Economista, mestre em história e doutorando em Relações Internacionais pela PUC-RJ. Colunista e pesquisador associado ao Instituto Brasil-Israel.

Karina Calandrin - Professora e coordenadora do curso de Relações Internacionais do Unisagrado (Bauru-SP). Doutoranda em Relações Internacionais pelo PPGRI San Tiago Dantas (UNESP, UNICAMP, PUC-SP), pesquisadora visitante da Universidade de Haifa (2018-2019) e colaboradora do Instituto Brasil-Israel.

Sergio Nunes - Mestrando em Ciências Jurídico-Internacionais/FD-ULisboa. Advogado e Pesquisador/Colaborador do IBI/NIEJ-UFRJ.

Desirée Puosso - Colaboradora do IBI, advogada, bolsista CNPq no curso de mestrado em Direitos Humanos da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e especialista em Direito Internacional Público pela mesma Universidade.

Mediação: Karl Schurster

MESA 2 – Memória, representação e narrativas: filmes, livros e símbolos

Horário: 15h15 às 16h15

Ana Caroline Lourenço - Bacharel em História, formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro participante do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Judaicos (NIEJ/UFRJ).

Milleni Freitas - Graduanda em História na UFRJ e pesquisadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Judaicos (NIEJ).

Bianca Bastos - Mestranda do Programa de Pós-Graduação em História Social da Cultura da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio). Desde 2016 está vinculada como pesquisadora ao Núcleo Interdisciplinar de Estudos Judaicos no Instituto de História da UFRJ.

Thayane Fernandes - Doutoranda e mestre em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco; Integrante do DEVIR/UFPE, do NIEJ/UFRJ e do Grupo de Estudos Afrocentrados Baobá, vinculado à Faculdade de Direito do Recife; realizou a pesquisa "Judaizing Pentecostalism: Analyzing the incorporation of Jewish religious motifs into Brazilian Pentecostal theology, practices and politics”, vinculada a University of Quebec in Outaouais, entre 2019 e 2020, no Canadá. Se interessa pelas interfaces da Antropologia com religião, raça, gênero e arte.

Mediação: Michel Gherman

MESA 3 - Identidades locais e judeidade

Horário: 16h30 às 17h30

Marcos Gandelsman - Coordenador e professor de cultura judaica e hebraico no Colégio Israelita Moisés Chvarts, membro organizador da Vaadá Tarbut do Centro Israelita de Pernambuco, graduando em psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco e integrante do Laboratório de Estudos sobre o Conflito Israel-Palestina da UPE.

Andréa Basílio - Doutoranda do ECCO-UFMT e mestra em Estudos em Cultura Contemporânea pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT (2013). Membro do Grupo de Pesquisas do Instituto Brasil-Israel (IBI). Membro do Grupo de Pesquisa Laboratório de Tecnologias, Ciências e Contemporâneo (LABTECC).

Jayme Caon - Cientista Social pela UFRGS, professor do Colégio Israelita Brasileiro e estudante de Direito na mesma Universidade.

Gabriel Teitelbaum - Psicólogo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Membro associado da Sigmund Freud Associação Psicanalítica, Porto Alegre/RS.

Mediação: Iris Kantor

Inscreva-se