Noticias • Entenda a decisão do governo israelense sobre imigrações ilegais de africanos

Entenda a decisão do governo israelense sobre imigrações ilegais de africanos

Por IBI | Categoria: Noticias
Whatsapp

O governo israelense anunciou que irá pagar para que imigrantes ilegais deixem o país em um prazo de até 90 dias. A medida foi criticada por setores progressistas israelenses e por ONGs de direitos humanos. Quem permanecer no país sem autorização, será preso.

O que afirma o governo israelense?


O governo afirma que o plano de deportação oferece passagem de volta para que ilegais saiam voluntariamente do país e de maneira humanizada. Também afirmam que a decisão não tem relação com raça ou nacionalidade, mas com a política de imigração do país - semelhante a de países da Europa ou mesmo alguns países da América Latina. Apesar do aviso, o governo esclarece que a ordem não se aplica a crianças, idosos e vítimas de trabalho escravo ou tráfico de seres humanos. Pessoas que defendem a decisão lembram que Israel recebe, diariamente, judeus de diversos países do continente africano que passam pelo processo de imigração legal.

O que alegam as organizações que criticam a decisão? 

ONGS afirmam que muitos desses ilegais chegam ao país como refugiados, buscando asilo, e que seria uma atitude humanitária de Israel receber e dar condições a esses imigrantes. Grupos de direitos humanos dizem também que o plano é controverso e viola leis internacionais, já que Israel, como signatário da Convenção de Refugiados de 1951, tem obrigações legais de proteger aqueles que precisam de proteção internacional. A agência de refugiados da Organização das Nações Unidas (ACNUR), por exemplo, critica a falta de transparência do governo sobre o plano de deportações, que dificulta o trabalho de monitoramento do mesmo. Já a Human Rights Watch demonstra preocupação com o retorno desses estrangeiros aos seus países de origem, onde muitos sofrem perseguições, detenção arbitrária e, em casos específicos, acusações de traição por terem pisado em Israel.

Leia mais sobre o assunto:

G1:
https://g1.globo.com/mundo/noticia/entenda-a-polemica-decisao-de-israel-de-deportar-milhares-de-migrantes-africanos.ghtml

HAARETZ:
https://www.haaretz.com/israel-news/.premium-1.832506

THE JERUSALEM POST:
http://www.jpost.com/Breaking-News/Netanyahu-boasts-zero-infiltrators-in-2017-sets-sights-on-deportation-532708

BBC:
http://www.bbc.com/portuguese/internacional-42552196

Veja a posição de organizações humanitárias:
https://www.haaretz.com/israel-news/1.833929

Leia editorial do Haaretz criticando a decisão:
https://www.haaretz.com/opinion/editorial/1.832936

Inscreva-se