Noticias • Como o Rosh Hashaná é comemorado em Israel

Como o Rosh Hashaná é comemorado em Israel

Por IBI | Categoria: Noticias
Whatsapp

Há diversas maneiras de se comemorar o Rosh Hashaná. Cada família cria suas receitas, cultiva suas memórias, passa por seus prórprios rituais. O IBI pesquisou como esse feriado de ano novo é, geralmente, comemorado em Israel.

Como o Rosh Hashaná (ano novo) é comemorado em Israel? Em geral os israelenses chamam essa época de "festas". Existe até uma expressão em hebraico, "acharei Hachaguim", que quer dizer "depois das festas". Esse período dura quase um mês. Uma clássica música israelense diz que "depois das festas tudo se renova". E, assim como o carnaval no Brasil, o ano começa de verdade.

Que festas são estas? A primeira é o Rosh Hashaná. O dia judaico começa ao anoitecer, portanto, esse ano as comemorações se iniciam no anoitecer de hoje (09/09).

Como é comemorado? As famílias judias se reúnem para um jantar. Na manhã seguinte, muitos vão à sinagoga para ouvir o toque do shofar. É comum também que aconteça um almoço de ano novo. Algumas famílias jantam novamente no segundo dia da festa (esse ano, dia 10/09). Os dois dias seguintes (esse ano, dias 11 e 12/09) também são feriados nacionais. Como a maior parte do comércio fecha durante os quatro dias, muitos supermercados ficam lotados na véspera do feriado prolongado.

Quais são os pratos típicos dessa refeição? As famílias seguem a tradição de molhar uma maçã no mel como simbologia para um ano doce. Também se come um pão (chalá) redondo para representar a continuidade. Judeus de origem asquenazi tradicionalmente comem gefilte fish e outros pratos típicos. Já os judeus de origem sefaradi tem uma grande variedade de pratos, mas encontra-se muito couscous e sopa de alho poró.

Tem fogos de artifício como no réveillon brasileiro? Não. Os fogos de artifícios são comuns no Dia da Independência.

E depois do Rosh Hashaná? Dez dias depois de Rosh Hashaná, acontece o Iom Kipur - o dia mais sagrado, mas solene do calendário judaico. Neste ano, será celebrado nos dias 18 e 19/09, momento em que o país para totalmente. Não tem restaurante, nem mercado aberto. E uma curiosidade: as pessoas não andam de carros. A população árabe também respeita essa tradição, portanto a rua fica vazia de carros e cheia de bicicletas.

E sucot? Dia 23/09 começará o feriado de Sucot, conhecido como  o feriado "das cabanas", que dura sete dias. Os judeus mais religiosos, durante esse período, comem dentro de tendas ou cabanas.  As escolas não abrem, mas o ponto é facultativo. O último dia de sucot marca a Simchat Torah, a festa da "alegria da torá".

O mês inteiro de setembro será de festividades. A vida comercial, as escolas e o trabalho só voltam a normalidade a partir do dia 3 de outubro.

Inscreva-se