Noticias • Bolsonarismo e antissemitismo

Bolsonarismo e antissemitismo

| Categoria: Noticias
Whatsapp

O governo Bolsonaro sempre se vendeu como um governo amigo dos judeus e de Israel. Mas, nesses dois anos de mandato do presidente, vários aliados e membros do governo - e até o próprio Jair Bolsonaro - já tiveram falas antissemitas ou desrespeitosas em relação à comunidade judaica ou ao Holocausto, quando morreram 6 milhões de judeus.

A mais recente foi por parte de Roberto Jefferson, presidente do PTB e aliado do presidente. Em um post no Instagram, com a imagem de uma “deidade satânica”, Jefferson escreveu que “caananistas e judeus sacrificavam crianças para receber sua simpatia” e ainda afirmou que “hoje a história se repete”. 


A Confederação Israelita do Brasil (CONIB) fez uma notícia-crime contra Jefferson e um grupo de advogados denunciou o político por preconceito. O Instagram apagou o post.

Para falar sobre o Bolsonarismo e o antissemitismo, Anita Efraim e Amanda Hatzyrah conversaram com Daniel Douek, cientista social, mestre em Letras pelo Programa de Estudos Judaicos e Árabes da USP e Diretor do IBI, e com Ricardo Brajterman, advogado que faz parte do grupo que denunciou Jefferson.

Onde ouvir

Anchor

Apple Podcasts

Breaker

Castbox

Deezer

Google Podcasts

Orelo

Pocket Casts

Podcast Addict

RadioPublic

Spotify

Stitcher

YouTube

Inscreva-se