Noticias • Livro de Jorge Amado ganha tradução em Hebraico

Livro de Jorge Amado ganha tradução em Hebraico

Por IBI Fonte Centro Cultural Brasileiro de Tel Aviv e Cia das Letras | Categoria: Cultura
Whatsapp

O livro  "Suor", de Jorge Amado, acaba de ser publicado com tradução hebraica. A informação é do Centro Cultural Brasileiro de Tel Aviv. 

O livro é o terceiro da vida do autor, escrito por ele aos 22 anos e tem traduções em outros nove idiomas. A tradução para o hebraico é de Rami Saari e a publicação ficou por conta da editora Rimonim.


Resenha da Cia das Letras, editora brasileira de Jorge Amado, sobre o livro:  

Um casarão do Pelourinho transformado em cortiço, com suas dezenas de moradores pobres e marginalizados, é o ambiente de Suor, publicado em 1934, quando Jorge Amado tinha 22 anos. De modo cru, mas com sua característica prosa envolvente e calorosa - sempre atenta à musicalidade da fala popular -, Jorge narra um cotidiano de miséria, falta de higiene e ausência de perspectivas. Nos quartos precários do cortiço, homens e mulheres convivem com ratos e baratas e dão vazão às pulsões mais básicas. 

Os diversos personagens ganham em algum momento o primeiro plano do relato. Há o mascate judeu que percorreu o mundo e fala oito línguas, o homem sem braços que faz propaganda de lojas, a velha prostituta que não consegue mais arranjar freguês, o operário anarquista que vive com um gato, a costureira que sonha com um casamento para a afilhada virgem, entre outras figuras sofridas. 

Jorge Amado cria ao mesmo tempo um painel social e um estudo sutil dos sentimentos humanos que florescem nas situações mais adversas. Apesar da dureza do dia a dia, o humor e a solidariedade encontram frestas para se manifestar, e uma crescente consciência política se espalha entre alguns moradores do cortiço.


Inscreva-se