Imprensa • Colaborador do IBI, Guilherme Casarões, publica artigo no Nexo

Colaborador do IBI, Guilherme Casarões, publica artigo no Nexo

Professor da FGV analisa os objetivos da viagem de Bolsonaro a Israel


| Em Nota
Whatsapp

Guilherme Casarões analisou, em artigo publicado pelo jornal Nexo, os objetivos da viagem do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, a Israel. 

O professor de relações internacionais da FGV chamou a atenção para a construção de um "Israel imaginário" desde a campanha presidencial no Brasil como um aceno para o eleitorado evangélico. 

"Desde então, Bolsonaro investiu na construção de um Israel simbólico, associado a valores conservadores e religiosos, em oposição ao que se associava ao petismo. Se, nas manifestações de esquerda, sempre foi comum encontrarem-se bandeiras palestinas, o então deputado fez questão de colocar a bandeira de Israel em todas as suas carreatas, em sua trajetória rumo à presidência. Parte dessa estratégia também se relaciona com o chamado sionismo cristão. Entre muitos evangélicos, sobretudo os adeptos do neopentecostalismo, há o entendimento de que o reconhecimento de Jerusalém como capital “una e indivisível” de Israel faz parte de uma profecia bíblica, o prenúncio do retorno de Jesus Cristo para salvar a humanidade. Por isso, manter boas relações com Israel é garantir as bênçãos ao Brasil".

Confira o artigo na íntegra aqui.  

Inscreva-se