Eventos • II Jornada de Estudo Judaicos do NIEJ/UFRJ

II Jornada de Estudo Judaicos do NIEJ/UFRJ


Categoria: Institucional
Whatsapp

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

PRIMEIRO DIA (6/11)

Oriente Médio, Muito Além do Conflito
Sala 227, Duas Sessões

1a Sessão: 9h-13h
Gabriel Mizrahi (NIEJ/UFRJ). O Líbano no caminho da intifada: um novo olhar sobre as causas da revolta palestina
Bruno Casares (NIEJ/UFRJ). O vizinho como ameaça: securitização do conflito palestino-israelense a partir da ascensão da extrema-direita em Israel
Eduardo Freitas (UFRJ). Corpos interceptados: epistemologia da vigilância e necropolítica aplicadas em territórios palestinos ocupados
Leonardo Perin Vichi (NIEJ/EGN). Guerra fora da caixa: uma análise da operação israelense contra a Síria em 2007
Comentários do Prof. Murilo Meyhi (IH/UFRJ)

2a Sessão: 14h-18h
Marta Topel (FFLCH/USP). Judeus e Árabes em prol da Kashrut: experiências do trabalho de campo
Sergio Caitano (NIEJ/UFRJ). A formação do conflito Palestino-Israelense
Márcio Albuquerque (PPGHIS/UFRJ): O discurso da justiça social no Islamismo
Camila Fábio Fernandes (NIEJ/UFF). A influência do Imperialismo Britânico para a Questão Palestina
Renato Dalcin de Carvalho (PPGHIS/UFRJ). Genocídio Armênio: nacionalismo e extermínio no Império Otomano
Comentários de Prof. Muna Omram (UFF)

Holocausto: Memória, História e Educação
Sala do NIEJ, Duas Sessões

1a Sessão: 9h-13h
Maya Moldes (UNIRIO). Ninguém testemunha pelas testemunhas, mas escreve história: pensar este ofício como desassossego empático
Hanna Ribeiro Costa (PPGHIS/UFRJ). “Uma massa humana, confusa e contínua”: Percepções sobre o corpo e a memória na obra “É isto um homem?”, de Primo Levi
Adriana Tavira (UFRJ). Os diários de Anne Frank, Helga Weiss e Rutka Laskier: Resistência intelectual?
Bruno Wandermurem (UFRJ). O ensino do Holocausto: visões cruzadas de Hannah Arendt, Zygmunt Bauman e Saul Friedlander
Raiane Ribeiro (UERJ). O "sereno estudo" de Primo Levi: humanidade e inumanidade em "É isto um homem?"
Comentários de Prof. Katia Lerner (Fiocruz)

2a Sessão: 14h-18h
Katia Lerner (FIOCRUZ). Holocausto, Trauma e Testemunho: a experiência da Fundação Shoah
Leonardo Perin Vichi (NIEJ/UFRJ). Política Cultural no Terceiro Reich: o ambiente anti-intelectual do NSDAP e a perseguição a artistas judeus na Alemanha Nazista
Michel Erlich (UFPR/Museu do Holocausto de Curitiba). Entre o passado e o presente: (res)significações de memórias da Shoah na comunidade judaica paranaense
Raquel Pandolfi (RI/UFRJ). Justos: os diplomatas brasileiros que salvaram judeus do Holocausto em contraponto com a política externa brasileira
Bruna Pereira Rodrigues (NIEJ/UFRJ). A memória do Holocausto pelas instituições judaicas brasileiras FISESP e CIP (1945-1950)
Comentários de Prof. Monica Grin (NIEJ/UFRJ)

O Feminino Na História: Modos de Resistir
Sala Werneck, 9h-13h

Nina Ketzman (RI/UFRJ). Khaled vs. Tamimi: práticas de resistência da mulher palestina
Rafaela Barkay. E o que é que o feminismo tem a ver com isso? Reflexões e interseccionalidades diante do conflito Israelense-Palestino (Skype)
Carolina Figueiredo (PPGHIS/UFRJ). Literatura Palestina em debate: questões de sociedade e nação
Giovanna Lucio Ferreira (NIEJ/UFRJ). Farda que desconstrói: uma análise acerca da desconstrução e reconstrução identitária das mulheres no exército israelense
Maria Paula Araújo (IH/UFRJ). Desaparecimentos políticos na ditadura militar: Ana Rosa Kucinski
Comentários de Prof. Bila Sorj (UFRJ)

Judaísmo Antigo e Estudos Bíblicos
Sala de História Antiga, 9h-13h

Rogério Nunes de Moura (UFRJ). Saduceus e essênios: narrativas e resistência ao domínio romano na judeia dos sécs. I a.c. e I d.c.
Suzana Chwarts (FFLCH/USP). Ética e Alteridade na Bíblia Hebraica: o significado de ser um escravo no Egito
Bruno Duarte Bastos (UNASP-EC). Revisão e novas contribuições para a leitura sincrônica de Amós a partir da fórmula do mensageiro, swb e hpk
André Kanasiro S. Guimarães (FFLCH/USP). Manipulando Deus? Caracterização e saber divinos em Num.22:1-20
Jayme Alves Moreira (FFLCH/USP). “Assim será a tua posteridade” – a peculiar caracterização dos filhos de Israel em certas passagens da Torá
Beatriz de Sant Anna (FL/UFRJ). NÓS-ELES: identidade e unidade dos judeus em Ester e suas ressonâncias
Gabriel Gruber de Oliveira (UNASP-EC). O pastor e a pastagem: a metáfora na literatura profética em Jeremias 50:5-8;17-20
Comentários de Prof. Deivid Valeio Gaia (IH/UFRJ)

Museus Judaicos
Sala 320, 9h-13h

Roberta Sundfeld (Museu Judaico/SP). Por que precisamos de um Museu Judaico?
Susane Worcman. Judeus no Brasil – Imigração e diversidade cultural no Museu Histórico Nacional
Adriana Bialski (FFLCH/USP). A criação do Museu Judaico de São Paulo e suas atribuições no Brasil do Século XXI
Marcio Sukman (Museu Judaico do RJ). Fé na perseverança – Museu Judaico do Rio de Janeiro (1977-2019) – o guardião da memória e da história que tem o dever de lembrar
Bia Kushnir (Arquivo da Cidade do Rio de Janeiro). Ondas fascistas e marcos de memória: o Memorial do Holocausto no Rio
Comentários de Prof. Paulo Knauss (Museu Histórico Brasileiro/UFF)

Judeus entre o Islã e a Europa católica (Sécs. XII-XVI)
Sala 106, 9h-13h

Tatiane Santos de Souza (PPGHIS/UFRRJ). Além da letra da lei: o judaísmo rabínico de Maimônides ante as conversões forçadas ao Islã, século XII
Rachel Romano dos Santos (PPGHIS/UFRJ). A perseguição aos judeus na Península ibérica e os impactos na judiaria marroquina (séculos XV e XVI)
Rodrigo Fernandes Antunes Vieira (PPGHIS/UFRJ). Samuel Usque e a Consolação às Tribulações de Israel: convivência e tensão entre cristãos-novos e cristãos-velhos em Lisboa (1496-1506)
Comentários de Prof. Jacqueline Hermann (NIEJ/UFRJ)

Extrema-Direita, Neopentecostais e o Judeu Imaginário
Sala 107, 14h-18h

Jayme Jovegelevicius (UFRGS). Entre a cruz e a estrela: um estudo sobre algumas aproximações de setores evangélicos com o judaísmo
Olga Christina Zunino (UFRJ). Trincheiras ideológicas: análise do processo de conversão e desconversão judaico-neopentecostal e o uso das plataformas cibernéticas na produção de imaginários políticos
Bianca Bastos (NIEJ/UFRJ). Percepções da direita cristã no Brasil sobre a questão palestino-israelense
Comentários de Prof. Michel Gherman (NIEJ/UFRJ)

Filosofias
Sala do NIEJ, 14h-18h

Daniel Douek (FFLCH/USP). “Não faça aos outros o que foi feito a você: um estudo sobre as “lições do passado” na Bíblia Hebraica
Fernando Cotelo (UFABC). Deus e a modernidade no Programa Reconstrucionista de Mordecai Kaplan
Eduardo Weisz (PPGF/UFRJ). Influência do pensamento judaico na filosofia de Spinoza; imanência, o lugar ontológico da existência
Rodrigo Baumworcel (Hebrew Universty, Jerusalem). Levinas: a busca pelo universalismo filosófico através do retorno ao particularismo judaico
Desirée Puosso (PUC-SP). Reflexões sobre o inédito artigo de Karl Marx referente aos judeus de Jerusalém e a questão do antissemitismo
Comentários de Prof. Joseph Edelheit (St. Cloud State University)

Lugares e Afetos
Sala 320, 14h-18h

Gabriel Lowczyk (FAU/USP). Muro das Lamentações, vivência e transgressão do sagrado: leituras do espaço sagrado na tradição judaica
Ilana Sancovschi (LASC-PROARQ-UFRJ). A invenção do lugar Judaico: uma vivência da ambiência nas narrativas de I.B. Singer, Moacyr Scliar e Amos Oz
Ligia Luchesi (FFLCH/USP). A Tel Aviv de Yakov Shabtai em “Passado Contínuo” Gizele Bakman (UERJ). Por entre as tramas familiares: avós judeus e seus netos por adoção
Gizele Bakman (UERJ). Por entre as tramas familiares: avós judeus e seus netos por adoção
Denise Bergier (EAV). Compota, computa, comluta
Comentários de Prof. Ilana Strozenberg (PACC/UFRJ)

CERIMONIA DE ABERTURA
Colégio Eliezer/Max, 19h
Palestra com Prof. Arieh Saposnik (Ben Gurion University of the Negev). “De um sionismo a outros: terras santas, fundamentalismo messiânico e pragmatismo político”.
Tradução consecutiva de Prof. Lise Sedrez


SEGUNDO DIA (7/11)

Diáspora Judaica no Brasil
Sala 320, 9h-13h

Eva Alterman Blay (Prof. Emérita da USP). O Brasil como destino: segunda edição
Anelise Fróes (PPGAS/UFRGS). Prostituição, Judaísmo e Resistência: as “polacas” na Praça Onze (1870-1940)
Henrique Samet (FL/UFRJ). Poucos e muitos: a comunidade judaica e seus desviantes (1850-1920)
Lucia Chermont (UNESP). Revista Aonde Vamos?
Rosangela Araújo (PPGH/Unicentro).Processos identitários da imigração judaica no Paraná: memórias de descendentes de judeus nascidos em Ponta Grossa (PR)
Comentários de Prof. Keila Grinberg (UNIRIO)

Negacionismo, Conspiracionismo e Fake News
Sala 227, 9h-13h

Vinicius Liebel (IH/UFRJ). Represent(ações) antissemitas: Hannah Arendt e o mundo das aparências
Ricardo Castro (IH/UFRJ): A Judeofobia conspiracionista no século XX
Luis Paulo Guimarães (PPGH/UFRRJ). Como temas do antissemitismo e do antissionismo são codificados no discurso negacionista do Holocausto?
Maria Eduarda Merz (NIEJ/UFRJ). O ódio em tempos de esquecimento
Comentários de Prof. Denise Rollemberg (UFF)

Cinema e Oriente Médio
Sala 106, 9h-13h

Carla Habif (IRI/PUC-Rio). Do cinema ao Partido Comunista: a vida dos judeus no Egito na primeira metade do século XX
Ana Caroline Lourenço (NIEJ/UFRJ). A “Valsa das Cerejeiras”: um estudo sobre ressentimento do soldado israelense na Guerra do Líbano (1982) na perspectiva cinematográfica
Arthur Naar (PUC-Rio). Os filmes-diário de David Perlov: uma análise comparativa entre a produção contemporânea e a dos anos 1970
Comentários de Lula Buarque de Hollanda (cineasta)

Educação Judaica e Seus Desafios
Sala 323, 9h-13h

Thelma Polon (Eliezer-Max). Especificidades da construção curricular de história judaica numa escola de educação básica
Andre Frank (Barilan). Convivendo com as diferenças. Há espaço para o pluralismo na escola judaica ortodoxa?
Paulo Miragaya (Eliezer-Max). O ensino das fontes judaicas no Eliezer/Max: uma perspectiva cultural não-religiosa
Rafael Bronz (A. Liessin). O que há por trás de práticas inovadoras em educação judaica
Daniel Furrer (Eliezer-Max/A. Liessin). Fontes e influências no Tanach
Comentários de Prof. Alessandra Carvalho (História/UFRJ)

Diáspora Marroquina
Sala 107, 14h-18h

Nancy Rozenchan (FFLCH/USP). Traços da comunidade judaica paraense em documento museológico
Elias Salgado (AHDAJ). Marrocos, um retorno? Judeus marroquinos brasileiros e o Marrocos na atualidade
Lucas Fernandes (UFRJ). Comunidade brasileira no Marrocos: fontes para um estudo judaico (1890-1910)
Comentários de Prof. Joelle Rouchou (FCRB)

Literatura, Arte e Culturas Judaicas
Sala 320, 14h-18h

Isadora Sinay (USP). O Holocausto na ficção de Phillip Roth
Fernanda Arouca (PPGHIS/UFRJ). Representando um fim: a queda do Império Austro-Hungaro e a experiência da I Guerra Mundial em “A Marcha de Radetzky”, de Joseph Roth
Fabiana Gampel Grinberg (FFLCH/USP). “Bubbe and Zeyde”: identidade ídiche na obra de Michael Rosen
Millenni Rocha (NIEJ/UFRJ). O humor na literatura de Sayed Kashua sobre o conflito Palestino-Israelense
Emily Del Vechio (NIEJ/UFRJ). Trauma, melancolia e suicídio: a subjetividade pela perspectiva historiográfica
Carolina Mann de Oliveira (PPGHIS/UFRJ). “I am an American, Newark born”: Figurações da identidade na primeira ficção de Philip Roth
Thiago Herzog (NIEJ/UNIRIO). Um teatro invisível: Zygmunt Turkow e o teatro de arte no Brasil
Comentários de Prof. Felipe Charbel (IH/UFRJ)

Sionismos: História, Mitos e Imaginação
Sala do NIEJ, 14h-18h

Flávio Limoncic (UNIRIO). Horace Kallen e o sionismo norte-americano
Bianca Pereira Bastos (NIEJ/UFRJ). Fundo Nacional Judaico: o papel do Keren Kayemet LeIsrael na propaganda do Movimento Sionista (1948-1952)
Desirée Puosso (PUC-SP). O sionismo arendtiano e a apatridia dos judeus na Shoá
David Danzinger Regenberg (Niej/UFRJ). Os sentidos da Partilha: análise das historiografias da Partilha da Índia (1947) e da Partilha da Palestina (1947) entre paradigmas e excepcionalismos
Comentários de Prof. Bernardo Sorj (UFRJ)

ENCERRAMENTO
Sala Afonso Carlos, 19h
Palestra do Prof. Wofgang Heuer (Freie Universität Berlin). “Hannah Arendt – Uma perspectiva judaica às crises da modernidade”.


Local da Jornada: IFCS/IH/URTJ. Largo de São Francisco, n.1 (segundo andar), Centro, Rio de Janeiro.
E-mail de contato: estudosjudaicos.encontro2@gmail.com
Local da abertura: Colégio Eliezer/Max. Rua das Laranjeiras, 401, Laranjeiras, Rio de Janeiro.

Inscreva-se